Busque no Blog

quarta-feira, 27 de julho de 2016

PROTEJA SEUS EQUIPAMENTOS DE SURTOS E RAIOS

A maioria das ocorrências nos equipamentos que a ShopSeg recebe está relacionada a problemas de descarga elétrica. E esse é um evento que a empresa não consegue oferecer garantia, por isso, resolveu passar algumas dicas para você tentar evitar que isso ocorra.

O Brasil é o país mais atingido por raios no mundo. Um especialista explica que tantos raios caem por aqui por causa da extensão do país e, principalmente, em função do clima tropical que ajuda na formação de tempestades. São 50 milhões por ano, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Saiba, então, agora, como proteger seu sistema de segurança eletrônica, evitando perdas de câmeras e outros equipamentos.

Entendendo o vilão

Os equipamentos eletrônicos estão suscetíveis a picos de tensão, seja por acidente na rede elétrica ao qual estão ligados ou de ordem natural, neste caso, acometido pelo vilão da descarga elétrica: o raio

Um raio descarrega uma grande quantidade de eletricidade quando ele cai próximo a uma rede elétrica, percorrendo as ramificações de fios até encontrar um aterramento. A partir daí, o raio pode destruir a fiação e aparelhos eletrônicos, desde que os equipamentos estejam plugados na tomada. Entretanto, o que você ainda não sabe é que não é a baixa tensão ou falta de energia que danifica os produtos eletrônicos, mas sim, quando a tensão volta, elevando abruptamente o pulso da voltagem.

Protegendo os equipamentos eletrônicos das descargas elétricas


Passo 1: Possuir uma instalação elétrica adequada.

Qualquer defeito ou má instalação os torna mais vulneráveis a ocorrências de descargas atmosféricas. Realize a manutenção de forma adequada e contrate um bom eletricista, caso seja necessário realizar reparos. Não se esqueça de utilizar materiais certificados.

Passo 2: Evitar adaptadores e vários aparelhos em uma mesma tomada.

Você provavelmente já sabe, mas não o faz. A sobrecarga de equipamentos ligados a uma única fonte pode ser prejudicial em caso de queda de raios. O aconselhável por especialistas é que cada aparelho seja conectado a uma tomada individual, sem o uso de réguas ou adaptadores. 

Passo 3: Realizar o aterramento da fiação elétrica.

Atualmente, no Brasil, esse procedimento é obrigatório. A instalação da barra de cobre no solo é fundamental para segurança da rede e facilita o funcionamento de outros dispositivos de proteção, como disjuntores, pois descarrega as tensões atmosféricas e estáticas. 

Além disso, você pode otimizar a proteção da rede elétrica contra raios e variações de tensão através de um DPS (Dispositivo de Proteção Contra Surtos). Um DPS nada mais é que um protetor anti raio. Se você ainda ainda não implementou um no seu sistema de CFTV, chegou a hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário